Blog


Dietas restritivas: diga não!

Segundo pesquisa recente, a "NutriNet-Saúde", sete em cada dez mulheres e cinco em cada dez homens gostariam de diminuir seu peso, apesar de muitos deles não apresentarem quilos a mais.

O pior é que tem gente que pra emagrecer faz qualquer coisa, até prejudicar o próprio corpo. Mas não é só de pílulas mágicas que estamos falando. Segundo especialistas os regimes restritivos também podem se tornar vilões à longo prazo, além de perderem a eficiência.

Segunda a nutricionista Daiana Quintiliano, em reportagem ao portal G1, "qualquer dieta que restringe a ingestão energética vai levar à perda de peso. Mas essa não é a maneira correta de emagrecer, especialmente se a pessoa precisa perder grande quantidade e não tem interesse em ganhar novamente".

O perigo é o efeito "sanfona". Ele acontece quando a pessoa chega ao seu objetivo e volta a comer todos os grupos alimentares. O resultado é a recuperação do peso de forma acelerada, e talvez até uns quilinhos a mais do que o peso anterior.

O mal que a dietas restritivas causam vem justamente por cortar alguns elementos que o corpo humano precisa. Um exemplo é o cálcio, que fica de fora na maioria das dietas restritivas por cortarem o leite. "A dieta não é saudável porque é carente. O nosso organismo tem necessidade diária de cálcio. Em uma dieta restritiva como essa, a pessoa precisa tomar cápsulas de cálcio. O cálcio que tem nos vegetais (alcachofra, couve, soja) é muito pouco perto do que a pessoa precisa ingerir. Nossa capacidade de captar esse cálcio na digestão é baixa. Esses vegetais têm 15% de cálcio e precisamos de 80%", diz o endocrinologista e nutrólogo da Unifesp, João Cesar Castro Soares.

A melhor receita para chegar ao peso ideal continua sendo: exercício, dieta equilibrada, perseverança e paciência. Os resultados podem não ser tão imediatos, mas a saúde agradece.

 




  Blog em destaque






Fale conosco

Preencha os campos abaixo corretamente e nos envie suas dúvidas, críticas ou sugestões.
O Restaurante Kidelícia está a disposição para melhor atendê-lo